sexta-feira, 1 de março de 2013


Marcus Alexandre oficializa criação da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres

Sex, 01 de Março de 2013 15:24
do site da PREFEITURA de Rio BRANCO: http://www.riobranco.ac.gov.br

Em cerimônia realizada no jardim da Prefeitura, o prefeito Marcus Alexandre, assinou nesta sexta-feira, 1, o decreto de criação da Secretaria Adjunta da Mulher, vinculada à Secretaria Municipal de Direitos Humanos.  A Secretaria Adjunta da Mulher tem como principal tarefa elaborar, articular e executar políticas públicas para as mulheres visando ampliar o atendimento, melhorando também a qualidade do serviço. “Nós estamos aqui comemorando o mês da mulher e isso me deixa muito feliz”, disse o prefeito. Estiveram presentes vereadores como Rose Costa, presidente da Comissão da Mulher na Câmara Municipal; ativistas dos direitos da mulher, secretárias e secretários municipais, trabalhadoras do campo e da cidade; a representante do governador Tião Viana no evento, secretária estadual de Políticas para Mulheres, Concita Maia; o procurador de Justiça do MPE, Osvaldo d´Albuquerque, e lideranças comunitárias. Cantoras locais fizeram apresentações musicais e animaram a cerimônia, conferindo-lhe um clima alegre e descontraído. E, para homenagear o mês das mulheres, o prefeito fez a leitura da poesia “Amar, verbo intransitivo”.



A criação da Secretaria da Mulher é o cumprimento do compromisso do fortalecimento das políticas para as mulheres, transformando e modernizando a extinta Coordenadoria Municipal da Mulher. Trata-se, de acordo com Graça Lopes, titular da Secretaria, de um antigo anseio do movimento de mulheres na capital do Acre. Rio Branco, lembrou ela, é uma capital pioneira na implementação de políticas para mulheres, que desde 1993 com a 1ª Gestão da Frente Popular na Prefeitura e a criação do Departamento da Mulher e a Casa Rosa Mulher, que tem inserido nos Planos de Governo políticas públicas reivindicadas pelo movimento de mulheres.




Em nota, a Secretaria lembra que “antes era somente bandeira de luta, hoje é realidade por meio da criação do Centro de Referência para Mulheres em Situação de Violência, Delegacia Especializada no Atendimento a Mulheres, Vara Especializada, Promotoria Especializada, Área Técnica de Saúde da Mulher, Serviço de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência Sexual, dentre outros organismos públicos que oferecem atendimento diferenciado e especializado para mulheres, principalmente as que sofrem violência”.




No mesmo ato foi feito o lançamento da Agenda Unificada das Ações da Prefeitura de Rio Branco para março, o Mês da Mulher. Graça Lopes se disse grata “primeiramente a Deus porque este momento é histórico, de reafirmar o compromisso do nosso governo de acreditar nas políticas afirmativas, em especial à política para mulheres”, disse ela.

Casa Rosa Mulher, principal organismo

A secretaria tem como organismo principal, a Casa Rosa Mulher que foi fundada em 1994, na gestão do ex-prefeito Jorge Viana e funcionava como um espaço de atendimento integral a meninas, adolescentes e mulheres que viviam em situação de risco pessoal e social, de baixa renda, vítimas de violência doméstica ou que viviam da prostituição. Marcus Alexandre agradeceu ao hoje senador Jorge Viana e ao ex-prefeito Raimundo Angelim e fez referência à ativista Rosali Scalabrin, coordenadora por vários anos da extinta Coordenadoria da Mulher.

Hoje, a Casa Rosa Mulher é um Centro de Referência para Mulheres em Situação de Violência, que oferece serviços baseados nos pilares jurídico, social e psicológico objetivando orientação das mulheres que procuram a Casa para que consigam sair da situação de risco e vulnerabilidade social e melhorar sua qualidade de vida. A instituição faz parte da Rede de Cuidados no enfrentamento à Violência contra a Mulher de Rio Branco (Reviva) que atua na luta contra a violência doméstica, familiar e sexual.

O QUE ELAS DISSERAM

“Quero saudar e parabenizar o prefeito Marcus Alexandre pela sensibilidade de cuidar dos direitos humanos, em especial dos direitos da mulher”.
Raimunda Bezerra, coordenadora do Centro de Defesa dos Direitos Humanos e Educação Popular de Rio Branco.

“Gostaria de parabenizar sua atitude, prefeito. Acreditamos nessa luta porque temos fé na vida”.
Concita Maia, secretária estadual de Política para Mulheres

“Esta secretaria nasce como um sonho nosso com a intenção de contemplar o sonho de muitas mulheres”.
Rose Costa, presidente da Comissão da Mulher na Câmara Municipal de Rio Branco