quarta-feira, 6 de março de 2013

Biblioteca da Floresta homenageia mulheres com profissões especiais

Leandro Chaves, da Assessoria da Biblioteca da Floresta enviou a seguinte matéria para a Agência Notícias do Acre:


A Biblioteca da Floresta, órgão ligado à Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), comemora o Dia Internacional da Mulher com homenagens a sete acreanas anônimas que conquistaram direitos iguais na sociedade. O evento é aberto ao público e acontece nesta quinta-feira, 7, às 16 horas, no auditório da instituição.
Parte das homenageadas retrata o perfil da nova mulher na vida pública. Elas exercem profissões pouco habituais para o sexo feminino. Entre elas estão a motorista de ônibus Ângela Machado, a vigilante Macilene Menezes, a mecânica Ezineide Ricardo e a eletricista Lidilene Rebelo.

As mulheres de funções tradicionais típicas da Amazônia também têm seu espaço no evento. A seringueira Tereza Capoia, a artesã indígena Dalva Kaxinawá e a catraieira Maria Aparecida Lima recebem as mesmas homenagens.
A secretária de Estado de Políticas para Mulheres (SEPMulheres), Concita Maia, também será homenageada pelo seu papel na promoção de direitos igualitários para as acreanas.

A programação envolve a entrega de honrarias às homenageadas e lembranças às mulheres presentes ao evento. Será apresentado ainda um vídeo com informações sobre as principais conquistas femininas no Acre e no resto do Brasil, como o direito ao voto, a eleição da primeira parlamentar e o reconhecimento às acreanas de destaque - entre elas a presidente da FEM e poeta Francis Mary e a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva.
O evento conta com o apoio da SEPMulheres, da Diretoria de Humanização e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia).