quarta-feira, 17 de outubro de 2012

8 Milhões para pesquisa sobre Gênero e Mulheres

1 Out 2012 16:50:00 -0300

Está aberta chamada de R$ 8 milhões para pesquisas sobre gênero e mulheres

FONTE:  http://www.cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/582989

Na manhã desta quinta-feira (11/10), foi realizada solenidade de divulgação da IV chamada pública para seleção de projetos de pesquisa sobre relações de gênero, mulheres e feminismo.
O evento ocorreu no auditório do MCTI e contou com a participação do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Marco Antonio Raupp, da ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), Eleonora Menicucci, do presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), Glaucius Oliva, e do secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Laudemir Muller.
Segundo Marco Antonio Raupp, o tema da Chamada 32/2012 diz respeito e é de interesse da comunidade científica. "Isso fica claro no aumento do investimento e do número de projetos gerados pelo programa. O entendimento da diferença de gêneros ainda pode servir de incentivo para outros ministérios investirem em políticas destinadas às mulheres", afirmou.
Esta é a quarta chamada pública do Programa Mulher e Ciência, coordenado pela SPM, em parceria com o CNPq.  Em 2005, foram 130 propostas aprovadas. Em 2008, na chamada seguinte, 173 projetos, e 208 em 2010, totalizando 511 projetos.
"As mulheres representam 52% da população brasileira e são mães da outra metade. Dentro deste contexto devemos olhar para a diferença de gêneros", destacou a ministra Eleonora, durante seu discurso.
O presidente do CNPq, Glaucius Oliva, citou exemplos de temas das pesquisas apoiadas nos editais anteriores. "A diversidade dos temas abordados nos projetos das chamadas anteriores é fantástica", disse. "Nós precisamos da sensibilidade e energia das mulheres para avançar em busca de um país mais justo e competitivo", completou Oliva.
Laudemir Muller, secretário executivo do MDA, destacou a relevância da atenção específica ao contexto agrícola. "Uma agricultura familiar ativa representa uma distribuição de renda mais justa no meio rural e para ter esse alcance é necessário olhar para as relações de gênero", defendeu.
chamada, com o valor global de R$ 8 milhões, apoiará projetos de pesquisadoras e pesquisadores nas áreas científica e tecnológica que visem contribuir para o desenvolvimento do país nas temáticas abrangidas. O objetivo é selecionar propostas com as seguintes abordagens: classe social, geração, raça, etnia e sexualidade.
Inserida nas ações do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres, a chamada também reserva recursos específicos para pesquisas voltadas às relações de gênero no campo e na floresta. Do montante previsto, pelo menos 30% serão destinados a projetos vinculados a instituições das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Os interessados têm até o dia 14 de novembro para submeter suas propostas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI).
Programa - Lançada a cada dois anos, a chamada faz parte do Programa Mulher e Ciência, criado em 2005 no intuito de apoiar a participação das mulheres nas atividades científicas e na carreira acadêmica e, ao mesmo tempo, estimular a realização de pesquisas sobre relações de gênero, mulheres e feminismos no Brasil. Esse conjunto de medidas resultou do trabalho de grupo interministerial composto por representantes da SPM, do MCTI, do CNPq e do Ministério da Educação, entre outras instituições. Além dos formuladores originais, são parceiros o Ministério da Saúde e a ONU Mulheres.
Assessoria de Comunicação Social do CNPq
(Com informações da ASCOM do MCTI)
Fotos: Marcelo Gondim - ACS/CNPq