quinta-feira, 6 de junho de 2013

Associação de Mulheres pela PAZ no Acre

A Secretaria de Políticas paras as Mulheres, através de sua dirigente Concita Maia, fez uma parceria com a Associação de Mulheres pela, ONG que luta no combate ao Tráfico Humano e Tráfico de Mulheres.
 
Da parceira resultou um Curso sobre Tráfico de mulheres e tráfico humano na tríplice fronteira, que está sendo realizada nos dias 6 e 7 de Junho, no Hotel Pinheiro, com a presença de representantes de cada secretaria municipal e estaduais, de todos os grupo e núcleos de Mulheres, dos CRAS e todas a entidade de assistência social de Rio Branco e do NEGA - Núcleo de Estudos de Gênero na Amazônia. Texto do convite:
 
..DA: Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres.
Para ser feliz: Políticas Públicas e Respeito!
Oficio Circular No 1 4/GABSEPMULHERES/201 3.
Rio Branco. 29 de maio de 2013.
 
Convidamos Vossa Senhoria para participar do evento "Redefinindo Paz - Tráfico de Mulheres e Violência Sexual" que ocorrerá:
. Dia 05 de Junho de 2013 - Painel Temático "Mulheres e Homens pela Paz e contra o Tráfico de Mulheres e violência Sexual" e lançamento do Livro "Mil Mulheres pela Paz ao redor do Mundo". Local: Memorial dos Autonomistas, das 19 às 22 horas;

. Dias 06 e 07 de junho de 2013 - Oficina Educação Popular Feminista: Tráfico de Mulheres e Violência Sexual, interconectados ao conceito de paz. Local: Pinheiro Palace Hotel, tendo início às 09 horas e termino as 17:30 horas.

Este é um evento internacional realizado pela Associação de Mulheres pela Paz e Governo do Estado do Acre e contará com representantes da Indonésia, Argentina e Uruguai, tem por finalidade discutir a grave problemática do tráfico de mulheres e da violência Sexual na tríplice fronteira Brasil, Bolívia e Peru, participarão aproximadamente
100 pessoas da Rede de Atendimento a Mulher, Movimentos Sociais e Mídias Locais.
 
 No dia 05 de junho, foi realizada a abertura dos eventos como se lê no convite acima, onde foi feito o lançamento do livro MULHERES  E HOMENS PELA PAZ, organizado pela grande feminista de 88 anos de idade Clara Charf, no Memorial dos Autonomistas:
 
Ilustração que faz parte da capa do livro
 
Esperamos que este seja o primeiro passo de uma luta séria e firme contra o Tráfico Humano e Tráfico de Mulheres no Acre. Eu já comprei meu livro e recomendo a leitura a todos.