quarta-feira, 17 de julho de 2013

Curso de Feminismo e Mulheres Negras - Notícias

Nesse dia 17 de julho de 2013, temos início ao Curso de Feminismo e Mulheres Negras, muito concorrido, com mais de 45 alunos e brilhantes palestras da professora Almerinda Cunha e Alzenir Rabelo Mendes. Os alunos atentos e interessados...


A professora Almerinda Cunha falou do marco legal, enfatizando a necessidade de lutar pela completa implementação da Lei 10.639 nas escolas. A lei foi criada em 2003, que exige o ensino de acultura e história dos Afro-descendentes nas escolas de ensino fundamental e médio e somente começou a ser implementada em 2009. Sendo que aqui no Acre, em 2013 ainda estamos lutando pelo cumprimento e implantação da lei nas escolas.

A professora Alzenir Rabelo Mendes discorreu sobre a Educação Popular no Acre, que atinge a maioria da população negra e mostrou lugares onde as aulas são em barracos improvisados, sem água para beber, sem luz, sem quaisquer recursos e ainda com turmas seriadas, num verdadeiro heroísmo daqueles que ministram as aulas em situação tão precária e extrema...

A professora Margarete Lopes falou das escritoras negras que conseguiram algum destaque no cenário literário nacional como Carolina de Jesus com seu diário Quarto de Despejo e a escritora Ana Maria Gonçalves que lançou o romance Um defeito de cor, em 2006, contando os tempos da escravidão através da fala de uma mulher negra, Kehinde.

O romance Um defeito de cor, de 952 páginas, vcs podem ler tudo a respeito no blog da escritora: “100 meias confissões da Aninha”  (http://anamariagoncalves.blogspot.com/).

Amanhã, dia 18 de julho o curso continua, na sala 05 do Bloco Jorge Kalume, das 8:30 às 12 horas.
PARTICIPEM !!!!